sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

a letter .



Ficamos ansiosas antes de nos falarmos porque sabemos que podemos conversar sobre tudo. Sonhamos alto e baixo, para ver se as coisas dão certo e também se o incentivo vale a pena. Escrevemos cada vez mais para libertar o que está aqui. Para ver se ficamos livres.
Liberdade é coisa séria. É coisa de quem precisa se tornar sozinho para dar valor à parceria. Coisa de quem se sentiu preso à fantasia a vida toda e precisa se agarrar à realidade. Coisa nossa, de todo mundo.
E juntas buscaremos realidade e talvez juntas teremos nossos risos compartilhados, nossa paz atingida e nossos olhos se encontrando. Talvez esse pequeno texto te lembre que eu te adoro muito para te deixar ir, para que você seja qualquer outra pessoa sem que eu leia à noite quando me conta, tão feliz.

E a saudade aperta . Sinto falta de tudo . Sinto falta de você . De te ouvir contar tudo de forma tão serena , que me faz por alguns instantes esquecer tudo aquilo que me deixa angustiada . Sim , você traz felicidade .

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Volte .


O que seria de você sem ao menos uma pontadinha de dor ? Talvez sem esta , você não valorizasse a alegria que surgirá logo depois . Aprendi isso da maneira mais difícil , talvez não tenha sido da pior forma , até porque eu nunca me dei bem com hipérboles , exageros não me movem , nem se quer me trazem um bem estar momentâneo . Quem sabe a errada seja eu , que sempre me contentei com o simples , e não explorei meu lado ambicioso , que deveria estar buscando mais .
Mas diga-me , o que para você é suficiente ? Tenho tentado me acostumar com o mínimo , mas isso é complicado quando tenho a certeza de que você pode me oferecer mais . É contraditório , mas carinho para mim é algo essencial , e doses exageradas não fazem mal a ninguém , ou quem sabe , até prejudique sim , de certa forma , você se torna dependente .

Dói , machuca , me fere profundamente ver que você já não é mais a mesma pessoa de antes , talvez tenha mudado somente em relação a mim , mas tenho certeza que muitas pessoas já notaram isso . Quem sabe elas acabem tendo receio de falar , ou não o fazem por falta de vontade . Ah , não imagina o que eu faria para arrancar mais uma vez , um sorriso de sua face . Será que é assim tão difícil perceber que eu estou aqui por você ? Eu não preciso te lembrar a todo momento , mas parece que você se esquece muitas vezes ... Isso me quebra , me parte em um milhão de pedacinhos , e eu me recuso a tentar me remontar . É difícil estar perdida , e contar com você , somente contigo , para me achar .

sábado, 30 de outubro de 2010

meu anjo brilhante .


Não te amo apenas por suas qualidades , mas também pelos defeitos que te moldam e te tornam ideal . Não amo somente seu rosto alegre , porque sei que ele muitas vezes omite muitas tristezas . Não amo somente suas melhores palavras , ditas após pensar algum tempo , gosto muitas vezes das mais simples , responsáveis por me arrancar um sorriso tímido , fácil . Não amo somente os meus melhores momentos com você , pois precisei de alguns ruins para enxergar verdades . Não amo somente suas atitudes pensadas , programadas , você muitas vezes já agiu por impulso , e acabou conseguindo algumas coisas . Não amo vibrar somente com seus acertos , pois me sinto bem quando confia em mim , a ponto de me pedir ajuda para consertar alguns erros .
Muitas vezes eu deixo transparecer que já não é muito pra mim , ou quem sabe , não tanto mais , por favor , não é isso . Talvez porque com o passar do tempo , ambos tenham descoberto novos amores , novas dores , novos sabores , e a idéia singular de antes , deu espaço para o plural . Sei que pra você ainda represento muito , e alguns dos teus planos futuros me incluem , ideias de felicidade que só se pode conquistar estando junto , perto , um pouco mais perto do que agora . Isso é necessário para quem sabe , resgatar tudo aquilo que já aconteceu , o que fui , o que éramos , e tambem fixar o que somos , fortalecendo e mantendo estável aquilo que seremos .

Mudar foi preciso , se ajustar diante novos desafios , que sim , tem sido bastante difíceis , mas enquanto nos mantivermos unidos , se tornarão menos teneborosos . Podem dizer que tudo isso não passa de ilusão , ou que eu apenas idealizo algo surreal , que provavelmente não existe , ou quem sabe não se tornará realidade , não importa . Apenas duas pessoas precisam realmente crer nisso , é o suficiente . Suficiente pra mim . Suficiente pra você . Amanhã você pode não estar mais aqui pra me ouvir , me modificar , me manter firme ou partir meu coração , minhas esperanças , mas sei que tudo o que aconteceu e ainda acontece , tem um motivo , porque o amor é algo infinito , não em relação de durar pra sempre , mas de não ter barreiras ou limites , e este quando se junta á confiança , fica forte , estável .


Cinco letras , 1 amor , 19 meses , exatos 8 choros , e incontáveis sorrisos .


É quase regra confiar , toda estrela precisa de um motivo pra brilhar .

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

pain .


Frases curtas e embaralhadas , palavras que sempre teimam em escapar . Se transformam , se juntam , criam outras novas , e libertam minha alma , expandem meu coração . Acabam com qualquer evidência da minha tristeza , que me recuso em deixar evidente . Egoísta ou não , prefiro guardar a dor comigo , a deixá-la transparecer , e fazer com que outros tomem posse dela . Seria injusto , talvez errado , não valeria a pena abrir mão dela , para conquistar um momentâneo estado de alívio . Alguma coisa por aqui é justa ?

terça-feira, 12 de outubro de 2010

nunca .


Você nunca vai saber que um dia meu coração quis ser seu . Você nunca vai saber , que agora ele é só meu . Você nunca vai saber que minha voz estava baixa no telefone , não porque meus pais já dormiam , mas eu queria mesmo era ouvir inteiramente a sua voz . Você nunca vai saber que em meus melhores sonhos guardei você . Você nunca vai saber que meu melhor sorriso surge quando o vejo , ou até mesmo falo de ti . Você nunca vai saber qual é meu perfume favorito , e nem muito menos que é você quem o usa . Você nunca saberá qual são meus objetivos , meus ídolos , minhas dores , meus amores . Você nunca vai saber que eu te amo mais que muitos , e como poucos . Você nunca vai saber que cada vez que meu coração pulsa de maneira acelerada é por sua causa , somente por você existir . Você nunca vai saber tudo aquilo que eu sei sobre você , desde teu nome completo , até suas manias quase imperceptíveis , que eu já até decorei . Você nunca vai saber que inúmeras vezes , eu ouvi blues porque você gostava . Você nunca vai saber que a melhor parte de mim , era a que você completava . Você nunca vai saber que você foi toda a cor do meu mundo , e agora , toda vez que abro os olhos , não enxergo nada além do preto . Você nunca vai saber que eu calculei o tempo exato de te ver chegar e aparecer no lugar em que estava , para olhar seu sorriso mais uma vez .
Você nunca vai saber o quanto eu te esperei , o quanto eu já fantasiei momentos bons , quantos projetos já virei noites criando , e hoje vejo que não se realizarão . Talvez seja o fato de você ter se afastado , ou quem sabe porque eu já não acredite mais em você . Você nunca vai saber quem eu realmente queria ver no verão passado , e muito menos os meus medos nas noites de inverno .
Você nunca vai saber que eu o quero , o amo . Você nunca vai saber que hoje eu escrevo somente pra você , porque pra mim , você não existe mais .



- fandom : memories

domingo, 19 de setembro de 2010

Hey mister love .


Alô Alô doutor amor . Há muito tempo , queria falar com você , precisamos ter uma séria conversa . Quero reivindicar muitas coisas , que nos últimos anos, você mudou na minha vida . De início , quero pedir de volta minha inocência. Porque a tirou tão rápido de mim ? Logo ela que me fazia ver o mundo com outros olhos, de uma maneira mais pura, menos sofrida . Conseguia enxergar as qualidades das pessoas que sobrepunham os defeitos , os males , tudo aquilo de ruim . Ela me deixava mais tranquila , menos preocupada com o que vem daqui pra frente ...

Quero pedir de volta também , o ritmo da minha pulsação . Depois que você entrou em mim , corre junto com meu sangue , um tipo de adrenalina , me tornando eufórica , ofegante . Nas vezes em que aflora , cora minhas bochechas , me deixando sem graça em algumas situações. Você é mal , mesmo .

Poderia ter deixado na sua última visita , um pouco mais de senso . É isso mesmo , muitas vezes tenho ficado boba , com expressões prontas que mascaram meu pensamento que permanece voando por muito tempo , só de encontrar o sorriso dele .

Ah , quero te lembrar também , que nos últimos meses , você tirou um pedaço de meu coração , e levou com você . Ocupou um grande espaço dele , e agora , se recusa a sair , por mais que muitas vezes seja oque eu mais quero , mesmo momentâneamente . Como você se acha no direito de chegar , se instalar , e tomar conta de mais da metade de mim ? Isso é um absurdo . Mais errado ainda , é perceber que hoje já não consigo viver sem os constantes arrepios , os sorrisos tolos , os olhares vidrantes , os sonhos brilhantes , a respiração ofegante , os reflexos retardados , as novas cores , os novos sabores , os lucros e prejuízos , os erros e acertos , enfim , sem você .

É mais fácil falar dos seus pontos negativos . Os positivos eu sinto , os negativos só cito .

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Feliz aniversário .


E lá estava ela . Como de costume , se refugiou no telhado de sua casa , e , como na maioria das noites , perdia a noção do tempo contando as estrelas . . Seu aniversário , e de presente escolheu a solidão , que irônico . Com passos leves , ele se aproximou , tapou seus olhos e fingiu uma voz fina , típica , que lhe arrancava da face um de seus dez sorrisos .
- Olá você .
- Droga , eu nunca consigo - ele riu , sem graça - Mas o que faz aqui sozinha ? É seu aniversário , deveria estar um pouco mais animada , e se não for pedir muito , quem sabe mais feliz ?
- Sabes que não é possível .
Ele se deitou ao seu lado . Ela se assustou pelo fato de estar tão próximo . Seu coração estava pesado , e logo libertou em escassas lágrimas , o choro preso a muito tempo . Vendo a cena , ele acomodou a cabeça da menina em seu peito , bem próximo de suas saboneteiras marcantes sob a blusa . Ela pôde notar que seu coração estava acelerado , e sua voz saia como se estivesse engasgada .
- Por favor , você sabe que não depende de mim , e , cedo ou tarde , isso iria acontecer .... É meu sonho , preciso ir , pra quem sabe um dia , poder te buscar . Para nós dois morarmos na mesma rua , e no fim da tarde , sair com nossos filhos para passear , e rir de tudo o que passamos juntos . Você sabe .. meu anjo .
- Sei que sim , mas é difícil imaginar tudo daqui pra frente sem você . Durante toda a minha vida , te tive perto de mim . Todos os meus erros , acertos , de certa forma são seus , e sabes que sou fraca , quem me apoiará quando eu mais precisar ?
- Reparou na cor do céu ? Parece chocolate , sua cor preferida .
- Por favor , não desvie o assunto .
Ele a apertou , a colocou um pouco mais junto dele . Sua mão desceu pelo seu corpo , e como num encaixe , parou sobre sua cintura . A outra mão estava ocupada , tocava o cabelo da menina delicadamente .
- Sabia que você tem uma ruguinha de preocupação entre suas sobrancelhas , bem aqui ?- ele apontou .
- Sei , ela , na verdade , se acentuou nos últimos dias ...
- Notei que seus cabelos estão um pouco mais claros , me faz lembrar do verão passado quando apareceu toda nervosinha porque viu suas fotos de quando era mais nova , reclamando da cor loira de seus cabelos , você se lembra ? Tinham cheiro de baunilha , como agora .
- É - ela disse, secamente .
- Seus olhos estão inchados , você está diferente . Caramba , aonde eu estava ? Você mudou muito .
- Acredito que sim , algumas coisas me obrigaram a isso .
Agora , sua mão se movia . Parou . Encontrou a mão gelada da menina , que estava agora , tão frágil . Entrelaçou seus dedos nos dela , ele sabia que pra ela , era uma atitude realmente importante . Ela conhecia as ações dele , e portanto , ja previa .
- Olha , se eu pudesse , preferia nem mesmo ter te conhecido . Seria mais fácil pra mim . Mas tudo mudaria , eu perderia muito , e quem sabe , tudo . Eu te conheço melhor que você mesma , tenho certeza disso . Sei de cor seus sorrisos , seus olhares , os mais discretos movimentos de sua boca . Sou parte de você . Isso irá me ajudar mais tarde , me fará sorrir ao lembrar de você .
Seu corpo todo se arrepiava ao ouvir a voz do rapaz , e borboletas surgiam em seu estômago . Ela tentava disfarçar , brincando com a correntinha que pendia do pescoço dele .
- Infelizmente , eu não posso dizer o mesmo . Sou diferente de você . Pra mim é mais difícil sentir sem tocar , lembrar se ver , e amar sem ter .
- Mas o amor é algo que se fortalece com o passar do tempo . O nosso cresceu e amadureceu , hoje temos tudo isso . E aliás , a distância é algo novo para nós dois , mas necessário . Tente encarar isso como mais um obstáculo tudo bem ? Esqueça que o amanhã existe , aproveite o que ainda temos . O hoje . Me promete ?
- Prometo . Mas se eu pudesse parar aquele avião ....
- Shiu . Você prometeu .
- Tudo bem .
- Então , não é o melhor presente , mas espero que goste ... Feliz aniversário , meu anjo .
Deu lhe um beijo na testa , e , de uma caixinha minúscula ele tirou duas pulseiras , com o símbolo do infinito , e as colocou no pulso dela . Foi recíproco .
- É tão .... lindo !
- Algo pra você ter , perto de você , quando eu não puder mais dizer que te amo .
E depois disso , eles se abraçaram , e durante toda aquela noite , falaram sobre tudo , sobre todos . Sobre o passado , e o presente . De uma maneira involuntária , faziam naquele momento , o futuro . a noite se encarregava em aperfeiçoar a cena , típica de quadros . Dois amigos , dois confidentes , rindo do nada , congelando no frio .

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Parts of you - your smiles


Você tem 10 sorrisos .
Usa um , quando realmente ri de alguma coisa , engraçada .
Tem outro , irônico e convincente a ponto de quase ninguém notar o que ele realmente quer dizer .
Mais outro , quase automático , que usa para se mostrar simpático .
E outro que surge em sua face , de maneira maliciosa .
Um serve para deixar os outros sem graça , já que consegue calar qualquer um com o simples arquear de suas bochechas , e seus olhinhos fechados de uma maneira suave , te deixando com um semblante frágil .
Um outro , aparece poucas vezes , é rígido . Esconde , tenta camuflar lágrimas que teimam em escapar .
O sétimo surge quando você concorda com algo , como se afirmasse tudo aquilo que tentou demonstrar a muito tempo .
O oitavo vem de repente , quando você reconhece algo bom . Um cheiro , um sabor , uma música , um olhar .
O nono aparece quando você está sem graça , quando não sabe mais o que dizer , ou percebe que será inútil continuar . Este é tão irresistível .
O de número dez , é meu preferido . Se forma quando você encontra o meu sorriso .
Garanto a você , que ninguém mais os conhece tão bem . Eles são únicos , são seus , e ao mesmo tempo , tão meus .





- Fandom : " Um encontro com seu ídolo "

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Frio .


Ultimamente , tenho sentido frio . Um frio que me consome e gela meu corpo até os últimos fios de cabelo , que estremece meus lábios , arrepia meu pelos , dificulta meus suspiros , e , de maneira lente , mas constante , congela meu coração . Cada movimento inconsciente , parece que se contrae , se limita . Cada comando que surge em minha mente se retarda . Funciona como uma câmera lenta , mas esta , mina minhas energias , me traz fome . Fome de amor , de atenção , de emoção . Fome de calor . Não diria que não o sinta nunca , porém , este vem em pequenas doses , vira vício , ou algo do tipo . Porém ao contrário de uma droga , não faz mal e sim traz vida . Tão vital . Pouco real .
É como se gerasse impulsos , mantendo meus batimentos ritmados , mesmo estando lentos . Me asfixia qualquer ideia de solidão , de falta desta minha morfina , hoje responsável por manter a opaca cor de minha pele , o líquido castanho de meus olhos , e reflexos de sol em meus cabelos . Tudo simples , e escasso , que aos poucos se dissolve como açúcar na água , gelo no calor . Escorre por entre meus dedos , e se espalha com o vento , levando vestígios para longe . Longe de você .

sábado, 14 de agosto de 2010

Egoísmo II .


Não adianta querer esconder de você meu coração , no meu bolso , onde ficará quente e confortável , não adianta , você o encontrou . O roubou . Pegou pra você . Não , isso não foi justo . Agora ele está com você , e eu não sei como resgatá-lo . Eu poderia ter resistido um pouco mais , lutado contra você . Preferia ter te deixado mais afastado , longe de mim , onde qualquer tentativa de aproximação fosse prevista . Eu poderia ter feito algo a respeito , não imagina o quanto me arrependo disso . Assim , tudo seria mais fácil , não acha ? Pouparia lágrimas , sofrimentos , noites sem dormir . Sinceramente , eu preferiria minha vida assim .
Eu poderia sim , viver sem seu sorriso , seu conforto , suas palavras , seu jeito , porque eu nunca o teria conhecido . Agora tudo fica mais difícil , eu já tive tudo isso um dia . Não ter , é ruim , eu não posso deixar de querer tudo isso de volta , embora , sinceramente , eu não possa conseguir .
Me pergunto se isso tudo , acontece da mesma forma com você , eu espero que não . Não tem jeito , por mais magoada que eu esteja , nem penso em te ver mal desta maneira .
Se eu tivesse sido mais coerente e encarado os fatos de uma maneira mais fria , veria que você sim , já era feliz e não por minha causa . Talvez minha constante presença lhe trouxesse um pouco mais de paz , vestígios de alegria , mas hoje vejo que não passou disso . Sabe , é contraditório , pra mim tudo mudava . Meu dia tinha um pouco mais de cor , sabor . Ou quem sabe , mais vida . Tudo era diferente , incomum . Agora percebo que meu céu cor de chocolate perdeu muito , não é mais tão intenso . Talvez isso seja bom pra mim , quem sabe eu consiga aprender algo .
Entendi que as únicas pessoas que eu preciso na vida , são as que precisam de mim nas dela , já não sei se você me quer por perto , sinto que não faz mais tanta diferença como antes . Você cresceu , fico feliz com isso , mas abandonou um pouco de seu passado , que hoje está estagnado onde você deixou . Sente-se bem com isso ? Eu realmente espero que não . Sabe , eu não queria te dizer isso um dia , esperava que não fosse preciso . É difícil não poder compartilhar minhas ideias , e ver o que realmente é importante pra mim , para nós .
Não me obrigue mais a usar o singular, prefiro adotar algo menos doloroso para mim . Ignorar os fatos , não será fácil , mas quando isso acontecer , você pode começar a se preocupar .

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Egoísmo .


Você me confunde. Em um momento , me faz me sentir bem , e ignorar por alguns instantes , tudo aquilo de ruim que me assombra a muito tempo , porém , em alguns outros , me deixa completamente angustiada , com medo e aflita , se tornando o principal problema de minha vida . Você é questão , e solução . Me atinge diretamente ouvir seus medos , anseios . Tudo isso vira parte de mim , a parte mais obscura do meu ser . Mas você me ilumina , muda minha expressão em poucos instantes . Coloca em dúvida minhas escolhas , e fixa minhas bases . Me faz sonhar , mas também ter pesadelos . Você muda tanta coisa . Não diria que és o meu maior bem , já que de um tempo pra cá tem se tornado menor , menos brilhante , isso me preocupa , tenho medo de que perca sua essência , por meio de influências que definitivamente , não te fazem bem . Talvez seja culpa minha , inteiramente minha .
Eu não quero te mudar , por favor , não . Mas preciso te manter , nem que só reste migalhas do que foi para mim um dia , pois meu amor , mais forte que eu mesma , se encarregará de manter em minha memória tudo o que já foi , pois é isso , somente isso , que me faz ainda acreditar em você .
Tentei te guardar , te proteger , te manter inteiro só pra mim , mas você se desfez em questão de dias , e escorreu por entre meus dedos . Arrancou lágrimas de meus olhos secos , que a muito , se recusavam a liberar alguma expressão . Você tirou , de uma maneira cruel , uma parte de mim . Me pergunto , até hoje , se fez de propósito , ou inconscientemente . Prefiro acreditar na segunda opção . Não sei se ainda tenho tempo , de recuperar tudo isso , mas saiba que cada pulsação fraca de meu coração , servirá de consolo , me fará lembrar do quanto ele um dia foi forte . Trará de volta todos os sorrisos perdidos , que agora não são mais exclusivamente meus . Encontrar curativos , vai ser difícil . Nem sei mais se quero procurá-los .

sábado, 7 de agosto de 2010

Fechada .


Eu sou extremamente exagerada em tudo . Minhas dores me matam , meus amores duram quase que para sempre , minhas alegrias servem como um dose de energético que circula em minha veias , faz meu coração se acelerar e meus olhos brilharem ; minhas conquistas são de um valor tão grande , que as vezes até me esqueço do que perdi . Queria grifar na maioria das vezes , somente as partes boas disso . Por um lado , é bom , mas momentâneo . Nem tudo é tão perfeito . Sou alguém egoísta , que se recusa a até mesmo dividir as minhas dores com alguém , o mesmo acontece com os amores , com as perdas . Uma visão periférica , de alguém sempre alegrinho , que parece nunca se abalar com nada . Queria mesmo mudar esta imagem , talvez seja realmente mais fácil , do que quem sabe , mudar a visão de outras pessoas .
Contraditório , já que na maioria das vezes , nem me importo com a imagem que os outros vem , sobre o que acham ou imaginam que sou . Muitos preferem até mesmo ignorar , já que os seres humanos usam outros de uma maneira tão descartável .
Gosto de essência , única . Que ou encanta alguns com sua auenticidade , ou até mesmo causam um incômodo passageiro . Mas é algo meu , que ninguém mais tem . Egoísta sim , não nego .
Tento todos os dias , tratar as pessoas com um pouco menos de prioridade , até porque eu já as decepcionei tantas , talvez por ser alguém tão individualista , e as vezes , tão fria . Tenho medo de ser tocada profundamente , e depois este alguém desaparecer por completo . A solução para isto , não é tão simples . Ou permaneço fria , sem permitir que meu coração se aqueça , ou encontro alguém que me toque fundo , e retire por completo este meu medo .

sábado, 31 de julho de 2010

Como papel .


Sempre tive medo . Uma medo constante , que me consome . Ele é muito forte , e uso todos os meus artifícios para tentar combate-lo . Ele mina minhas forças , se alimenta de minha coragem , rouba minha confiança . Talvez seja algo normal , e eu ainda só não aprendi com lidar . Ou quem sabe não , eu seja realmente muito fraca , a ponto de baixar a cabeça , e desistir de tudo .
Quero passar a ver lembranças antigas como fotos , assim , eu posso guardá-las em uma caixa , muito bem fechada , e procurá-las somente quando eu quiser . Ter o dom de rir de maneira realmente espontânea do que passou , antes mesmo das lágrimas presas em minha garganta virem á tona . Sou um ser fraco , que ainda não consegue nem mesmo tomar decisões sozinha , e que dirá escolher o que é bom ou ruim pra mim .
Não me dou muito bem com aquilo que é novo . Demoro muito tempo para conseguir me acostumar com as coisas , o que é bastante contraditório , uma vez que sou totalmente impaciente . Procuro passar a ideia de alguém realmente relevante , tentando ajudar as pessoas , a se levantarem , a se manterem de pé . Queria encontrar algum modo , de usar isso em mim . Para me manter forte , viva , e quem sabe um pouco feliz . Não só por mim , mas também por outros , que de certa maneira me usam como base . E não , eu não quero gerar uma decepção , assim , tão grande . Me vejo como uma pálida folha de papel . Frágil , maleável , e com marcas profundas , dificeis de apagar , ou impossíveis .

sábado, 17 de julho de 2010

Um , dois ou três .


Números . Ah , proporcionam sim uma felicidade momentânea , trazendo uma certa segurança , confiança . Sentir-se capaz de realizar tudo , criar força , coragem . Claro, poderia ser mais fácil . Viver em meio a tanta gente , e perceber que pode estar sozinho , é complicado . Pessoas tão frias , que mudam em questão de segundos . A água vira vinho , e o sonho pesadelo . Se deparar com a solidão de uma hora para a outra , é difícil . Mais complicado ainda , é perceber que talvez precise aprender a conviver com ela . De repente todo aquele amor , carinho , admiração , desaparece . Ou talvez , eles realmente nunca estiveram perto de você . Máscaras . Existem tantas , e tenho que admitir , são bastante convincentes , algumas são capazes de te fazer , sentir bem ! Talvez fosse fácil , se elas nunca caíssem . Quem sabe , as pessoas após algum tempo , aprendessem a conviver uma com as outras . Se elas fossem permanentes , talvez conseguíriamos ignorá-las . Seria preciso paciência , muita paciência .
Enxergar os verdadeiros rostos das pessoas , a verdadeira face delas , não é tarefa fácil . Envolve enganos , preconceitos , desilusões . Talvez seja por isso que a verdadeira amizade encontra cada vez mais obstáculos para crescer , e surgir de uma maneira realmente pura . Não digo impossível , até porque algumas começam de muitas maneiras diferentes , e ainda existem pessoas suficientemente fortes , que a fazem crescer . Ou quem sabe , buscam força uma na outra .
Sinceramente , prefiro uma , duas , três , quatro companhias constantes , do que dezenas de provisórias , temporárias . Números ultimamente so me tem gerado tristeza , porque a alegria passageira que me proporcionam , não é mais suficiente . minha parte egoísta , que me recuso a mudar . Acostumar-se , valorizar , fortificar o pouco , pode ser muito , e para mim , é tudo .

sábado, 10 de julho de 2010

Fragilidade


Nasce como uma planta simples , em meio á muitas outras que tem mais valor . Frágil a ponto de se despedaçar , desaparecer , com um simples sopro frio que o desmancha totalmente . Durante sua vida , se perde em meio outras flores radiantes , cheias de cores e exuberância , crescem e se destacam , e quase ofuscam o brilho do sol , com suas enormes pétalas , que mais parecem roubar a energia vinda dele . Continua lá , com o pouco verde de seu caule , e uma cor extremamente pálida e sem vida . Tem um aspecto doente , talvez por não possuir raízes fortes e longas , e com isso , não atinge muito o interior da terra , onde está a água e todos os nutrientes que lhe trazem a vida .
Após algum tempo , as outras plantas , são colhidas , levadas para longe , a uma floricultura , quem sabe . Algumas outras são roubadas , mas tem o mesmo final : serão entregues , servirão como presente . Ninguém certamente , comprará uma planta tão minúscula como ele , para presentear alguém . Rosas , margaridas , orquídeas , violetas , girassóis , crisântemos . Todas têm sua beleza , seu perfume e a admiração de muitos , mas no fim de suas vidas , se tornam secas e opacas como todas . Morrem sem deixar praticamente nada . Dentes-de-leão são leves , e o vento carrega suas sementes para longe , muito longe .

Algo tão frágil , fraco , indiferente , semeia a vida . E em qualquer espaço , ele se firma , para recomeçar novamente o ciclo de sua curta existência , mesmo sabendo que no fim , não será reconhecido , nem muito menos lembrado . Mas se parar para pensar , vai estar em muitos lugares diferentes , mesmo que ofuscado por toda a beleza exposta que o cerca , esperando alguém que lhe reconheça , e pare para admirá-lo , em um enorme campo , quando estiver reunido com muitos outros semelhantes . Ou se tiver sorte , isolado , para fazer a alegria de alguma pessoa , que se admira com a sua capacidade de flutuar sem rumo no ar , como se ignorasse as leis da gravidade , ou algo do tipo . Ele é livre , conta com uma liberdade que nenhuma outra planta fixa ao solo um dia terá o prazer de conhecer , obter .

quinta-feira, 1 de julho de 2010

Vestígios


Ela queria um dia poder dizer , tudo aquilo que ele não ouviu . Esclarecer toda a verdade . Citar as vezes que por ele chorou de saudade . Por todos os momentos , onde tudo o que mais queria era um abraço , mas ele não se importou em tornar isso possível . Das vezes que sofreu calada , com receio de atrapalhar sua felicidade . Das vezes que segurou uma lágrima , somente para poder admirar um pouco mais sorriso dele . Dos dias que 'perdeu' só idealizando momentos únicos , onde só o rapaz estava ao seu lado .
Queria fazê-lo sentir , toda a angústia que guardou no peito , quando ele simplesmente sumiu . Das vezes que poderia ter tornado tudo tão mais fácil , tão simples . Dos momentos que preferiu desaparecer , com a mísera esperança de que um dia ainda a procuraria . Das noites que chorou incontrolávelmente , imaginando as piores coisas possíveis , as mais temíveis situações em que ele poderia se encontrar . Das vezes que ela ouviu muito , só para no final do dia , escutar dele um eu te amo , que ultimamente parecia tão clichê . Ela esperou horas e horas para reconhecer , mesmo que por poucos instantes , a voz mais linda do mundo . Queria que ela levasse em conta todo o sofrimento que havia vivido , como se mendigasse um pouquinho só de felicidade .
Ela ficou contra muitos , que a diziam coisas aparentemente reais a respeito dele . Ignorou opiniões , conselhos . Abriu mão de muito , ou quem sabe tudo . Perdeu um pouco da sua essência , e só muito tempo depois conseguiu recuperá-la . Ela ainda tinha no fundo de seu coração , migalhas de esperanças que se dissolviam diante da constante ausência do menino . Ela se prejudicou muito , e só depois se arrependeu . Era um encantamento , pena que o antídoto demorou um pouco para surgir . Agora ela havia aprendido a dar a volta por cima . Cicatrizava lentamente as feridas aparentemente incuráveis do seu coração .

- do meu baú . 12/03/09

quinta-feira, 24 de junho de 2010

Essencialmente , essência .


Exclusividade. Se passar toda a sua vida com um certo tipo de pessoas  que pra você são as 'ideais' por simplesmente serem iguais, com os mesmo gostos, opiniões, objetivos, maneira de enxergar a vida, estará perdendo muito. Ou quem sabe tudo. Sua alma gêmea  poderá ser seu oposto. Não vale a pena fechar os olhos para ela.
Para mim, procurar semelhanças em meio a tantas diferenças, é no mínimo, gratificante. Vai muito além da aparência, que as cores, forma , cheiros, ou qualquer outro conceito de 'belo' que você tem em mente, te ofusca. Ofusca porque mascara a realidade, tornando algo aparentemente bom, ruim. Ou vice-versa. É melhor procurar a essência, resgatá-la. É ela que te torna diferente  de todos. Funciona como digitais, mas é melhor, porque é maleável , você pode modificá-la, personalizá-la  juntando-a com a de outra pessoa. Os outros, que não se 'arriscam' a conhecer novas essências, talvez se percam . Não, definitivamente esse não é um conceito de felicidade .
Junte-se , liberte-se , lave seus olhos e veja toda a beleza presente a sua volta . Desate os nós , que te impedem de conhecer novas pessoas , se deliciar com novos sabores , sentir algo que nunca antes sentiu , mesmo que seja abstrato . Você irá rir , chorar , se decepcionar , ou até mesmo se arrepender , mas é a garantia de que terá realmente vivido . Busque aquilo que é realmente preciso , compreenda que pouco pode ser muito , se bem aproveitado . Grite , espante seus medos , faça diferente , seja você .

quarta-feira, 16 de junho de 2010

sozinha , não conseguiria .


E com meu pouco tempo de vida, minha mínima experiência, aprendi algumas coisas, com muitos erros. Mentira que se dissolveram, pois surgiam unicamente para elevar meu ego ou evitar algumas lágrimas, mas enfim, eram somente ilusões. Ilusões que de certa maneira me fizeram crescer. Aprendi que menosprezar alguém, não me fará melhor. Chamar alguém de burro, não me deixará mais inteligente. Dizer que alguém é feio, não me fará mais bonita. De fraco, não vai me fazer mais forte. Rir de seus medos, não me deixará mais corajosa. Apontar o seu pior, não me tornará melhor. Se fosse fácil assim, eu simplesmente não teria meus problemas. Sem problemas, ficaria estagnada no ponto em que estou, e ah, não quero isso pra mim, é uma das únicas coisas sobre minha vida que posso modificar. Gosto de certa maneira  de achar soluções, embora não seja muito boa nisso.
Aprendi  que apoiar é bem melhor que julgar, minha ajuda por menor que seja, pode ser necessária. Não irei me elevar com meus progressos, mas também não me considerarei um lixo. Não espero que ninguém goste de mim, se eu não fizer o mesmo primeiro. Precisava escrever isso, meio que pra guardar . Algo confuso que, talvez, me fará bem.

terça-feira, 15 de junho de 2010

impossível , talvez .


Ela era nova, inexperiente, boba. Ele, apesar de jovem, via o mundo de uma maneira totalmente diferente, de um jeito maduro, concreto e real. Ela buscava ver beleza em todos os lugares, enquanto ele  encarava a verdade nua e crua. Ele sofria por sentir na pele todos os problemas que lhe cercavam, e ah, eram tantos. Ela sorria sempre, e sofria de um jeito diferente, pois tentava passar para todos uma imagem constante, talvez por medo  de desmoronar seu mundo. Eram totalmente opostos, em tudo. Na personalidade, principalmente. A garota sabia que ele a amava, de um jeito tão profundo e sincero, mas vivia duvidando disso. Tinha necessidade de confirmação, guardava com ela um ciúmes que corroía seu coração. Ele , por sua vez , sabia compartilhar amor, e era bem mais compreensivo. Se tinha ciúmes  em algum momento, não demonstrava, e se irritava bastante com aquele vindo da menina. Discutiam, e se entendiam. Se magoavam, se perdoavam, eles realmente se amavam. Um amor tão frágil, que era o responsável por lágrimas bastante frequentes. Mas eles eram felizes, eram sim. Se completavam com as diferenças, e descobriam qualidades que muitos não viam. E apesar de todos os problemas, eles precisavam ficar juntos, pois a vida de um, de certa forma, dependia da do outro. Como ponteiros num relógio, ajustados e sempre batendo juntos, se encontrando poucas vezes no dia, mas fazendo o tempo deles, cada um do seu jeito, cada um no seu momento. Um amor que duraria por muito temp , enquanto ambos acreditassem nele.

terça-feira, 1 de junho de 2010

uma dor necessária .


Você precisa amar, se quiser continuar respirando. Precisa sofrer, chorar, esquecer muita coisa, perceber tantas também, enfrentar diversas situações, por um único sorriso. Uma única palavra . Sem amor, você não vive . Pode até discordar de mim, em algum ponto, dizendo que vive sem amor, e ainda se mantém vivo. Mentira. Você só não percebe, mas alguém sempre te considera. O problema é quando esta pessoa  não consegue demonstrar do jeito certo  ou talvez do jeito que você queria. O amor torna tudo tão complicado, tão confuso, idiota. Você quebra a cabeça tentando entender algo que talvez nem tivesse tanta importância como  imaginava. Um amor sobrevive, mesmo que você já não o sinta tão forte como antes. Ele adormece. Você pode acordá-lo, se quiser. O verdadeiro amor sempre se renova, desperta. Algo que dói, mas cura. Que aborrece, mas traz alegria. Que incomoda, mas conforta. Que estraga, mas concerta. Que te mata, e ressuscita. Mas é necessário, ah é sim. Ele pode ser sua companhia  quando se sentir completamente só. Mesmo que não acredite mais tanto nele. Ele te prega peças, cria feridas que demoram pra cicatrizar. Um mal necessário.Ele é o veneno e o remédio, tira a dor e ao mesmo tempo, parte seu coração .

quinta-feira, 20 de maio de 2010

E não tem como ignorar , ou esquecer .



Uma coisa é certa: vou permanecer na eterna condição de poder errar, e com isso quem sabe um dia chegar perto de acertar. Todo mundo está sujeito à algo do tipo, sempre. Por mais que você se considere certinho, comportado, calmo e inteligente. Chega uma hora que você erra, e feio. Erra de um jeito que mexe tanto com você, a ponto de querer voltar no tempo, concertar as coisas, fazer diferente pra quem sabe amenizar as consequências. Isso é impossível, vivo percebendo isso. Tudo fica mais fácil, quando se tem alguém junto a você, correndo do seu lado, te apoiando e ajudando a rever tudo. Alguém que não te julga, mas te escuta/compreende . Que não te subestima, mas te apoia. Que não ridiculariza seus problemas, mas  te ajuda a achar respostas. Que não fala aquilo que você quer, mas sim o que precisa ouvir. Alguém que vai te ouvir, mesmo sabendo o final da história, talvez por te conhecer tão bem. Alguém que vai rir junto de você, das coisas mais simples. Vai olhar nos seus olhos, e entender tudo sem você precisar dizer uma palavra sequer. Ele vai chorar com você, ah vai sim. Ele saberá o momento exato de se calar, de cantar, de sorrir, de amparar. Aquilo que era singular, vai ficar no plural, pra poder te colocar junto. Vai te dizer tudo aquilo que pensa, sem medo algum. Uma pessoa que vai se preocupar com seus problemas, como se fossem dele também. Alguém que nunca vai te deixar sozinho, mesmo que você pense o contrário. E estes seres, eu chamo de amigos. Poucos, mas com uma importância incalculável, que as vezes questiono se mereço tanto.

terça-feira, 18 de maio de 2010

É mais complicado do que parece .


E sempre te dizem que você deve mudar, para se sentir melhor, para fazer os outros bem. Mas o que adianta? sempre vai aparecer alguma pessoa, em algum momento, que vai lhe pedir a mesma coisa, inúmeras vezes. É ai que você se perde, não sabe mais o que fazer. Mudar somente para idealizar algo que não é aquilo que você quer, mas simplesmente o que esperam de você é muito difícil, além disso é momentâneo. Seguir regras, que aparentemente são normais, para eles, é complicado. Chega num ponto, que você perde a sua identidade, sua essência. E essa é a pior mudança na vida de uma pessoa, literalmente. Você não se lembra nem daquilo que era, e muito menos do que espera um dia ser. Perde todo o seu tempo pensando em uma maneira de agradar os outros  e se esquece de você, dos seus problemas, das suas dificuldades, dos seus defeitos, de suas qualidades. Simplesmente se recusa a lembrar. E depois de muito pensar sobre, cheguei a conclusão de que, por mais difícil que seja a situação, tenho que mudar por mim mesma, nunca pelos outros  porque para eles  isso nunca será o suficiente .