quarta-feira, 16 de junho de 2010

sozinha , não conseguiria .


E com meu pouco tempo de vida, minha mínima experiência, aprendi algumas coisas, com muitos erros. Mentira que se dissolveram, pois surgiam unicamente para elevar meu ego ou evitar algumas lágrimas, mas enfim, eram somente ilusões. Ilusões que de certa maneira me fizeram crescer. Aprendi que menosprezar alguém, não me fará melhor. Chamar alguém de burro, não me deixará mais inteligente. Dizer que alguém é feio, não me fará mais bonita. De fraco, não vai me fazer mais forte. Rir de seus medos, não me deixará mais corajosa. Apontar o seu pior, não me tornará melhor. Se fosse fácil assim, eu simplesmente não teria meus problemas. Sem problemas, ficaria estagnada no ponto em que estou, e ah, não quero isso pra mim, é uma das únicas coisas sobre minha vida que posso modificar. Gosto de certa maneira  de achar soluções, embora não seja muito boa nisso.
Aprendi  que apoiar é bem melhor que julgar, minha ajuda por menor que seja, pode ser necessária. Não irei me elevar com meus progressos, mas também não me considerarei um lixo. Não espero que ninguém goste de mim, se eu não fizer o mesmo primeiro. Precisava escrever isso, meio que pra guardar . Algo confuso que, talvez, me fará bem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário