sábado, 10 de julho de 2010

Fragilidade


Nasce como uma planta simples , em meio á muitas outras que tem mais valor . Frágil a ponto de se despedaçar , desaparecer , com um simples sopro frio que o desmancha totalmente . Durante sua vida , se perde em meio outras flores radiantes , cheias de cores e exuberância , crescem e se destacam , e quase ofuscam o brilho do sol , com suas enormes pétalas , que mais parecem roubar a energia vinda dele . Continua lá , com o pouco verde de seu caule , e uma cor extremamente pálida e sem vida . Tem um aspecto doente , talvez por não possuir raízes fortes e longas , e com isso , não atinge muito o interior da terra , onde está a água e todos os nutrientes que lhe trazem a vida .
Após algum tempo , as outras plantas , são colhidas , levadas para longe , a uma floricultura , quem sabe . Algumas outras são roubadas , mas tem o mesmo final : serão entregues , servirão como presente . Ninguém certamente , comprará uma planta tão minúscula como ele , para presentear alguém . Rosas , margaridas , orquídeas , violetas , girassóis , crisântemos . Todas têm sua beleza , seu perfume e a admiração de muitos , mas no fim de suas vidas , se tornam secas e opacas como todas . Morrem sem deixar praticamente nada . Dentes-de-leão são leves , e o vento carrega suas sementes para longe , muito longe .

Algo tão frágil , fraco , indiferente , semeia a vida . E em qualquer espaço , ele se firma , para recomeçar novamente o ciclo de sua curta existência , mesmo sabendo que no fim , não será reconhecido , nem muito menos lembrado . Mas se parar para pensar , vai estar em muitos lugares diferentes , mesmo que ofuscado por toda a beleza exposta que o cerca , esperando alguém que lhe reconheça , e pare para admirá-lo , em um enorme campo , quando estiver reunido com muitos outros semelhantes . Ou se tiver sorte , isolado , para fazer a alegria de alguma pessoa , que se admira com a sua capacidade de flutuar sem rumo no ar , como se ignorasse as leis da gravidade , ou algo do tipo . Ele é livre , conta com uma liberdade que nenhuma outra planta fixa ao solo um dia terá o prazer de conhecer , obter .

Nenhum comentário:

Postar um comentário