sábado, 17 de julho de 2010

Um , dois ou três .


Números . Ah , proporcionam sim uma felicidade momentânea , trazendo uma certa segurança , confiança . Sentir-se capaz de realizar tudo , criar força , coragem . Claro, poderia ser mais fácil . Viver em meio a tanta gente , e perceber que pode estar sozinho , é complicado . Pessoas tão frias , que mudam em questão de segundos . A água vira vinho , e o sonho pesadelo . Se deparar com a solidão de uma hora para a outra , é difícil . Mais complicado ainda , é perceber que talvez precise aprender a conviver com ela . De repente todo aquele amor , carinho , admiração , desaparece . Ou talvez , eles realmente nunca estiveram perto de você . Máscaras . Existem tantas , e tenho que admitir , são bastante convincentes , algumas são capazes de te fazer , sentir bem ! Talvez fosse fácil , se elas nunca caíssem . Quem sabe , as pessoas após algum tempo , aprendessem a conviver uma com as outras . Se elas fossem permanentes , talvez conseguíriamos ignorá-las . Seria preciso paciência , muita paciência .
Enxergar os verdadeiros rostos das pessoas , a verdadeira face delas , não é tarefa fácil . Envolve enganos , preconceitos , desilusões . Talvez seja por isso que a verdadeira amizade encontra cada vez mais obstáculos para crescer , e surgir de uma maneira realmente pura . Não digo impossível , até porque algumas começam de muitas maneiras diferentes , e ainda existem pessoas suficientemente fortes , que a fazem crescer . Ou quem sabe , buscam força uma na outra .
Sinceramente , prefiro uma , duas , três , quatro companhias constantes , do que dezenas de provisórias , temporárias . Números ultimamente so me tem gerado tristeza , porque a alegria passageira que me proporcionam , não é mais suficiente . minha parte egoísta , que me recuso a mudar . Acostumar-se , valorizar , fortificar o pouco , pode ser muito , e para mim , é tudo .

Nenhum comentário:

Postar um comentário