domingo, 19 de setembro de 2010

Hey mister love .


Alô Alô doutor amor . Há muito tempo , queria falar com você , precisamos ter uma séria conversa . Quero reivindicar muitas coisas , que nos últimos anos, você mudou na minha vida . De início , quero pedir de volta minha inocência. Porque a tirou tão rápido de mim ? Logo ela que me fazia ver o mundo com outros olhos, de uma maneira mais pura, menos sofrida . Conseguia enxergar as qualidades das pessoas que sobrepunham os defeitos , os males , tudo aquilo de ruim . Ela me deixava mais tranquila , menos preocupada com o que vem daqui pra frente ...

Quero pedir de volta também , o ritmo da minha pulsação . Depois que você entrou em mim , corre junto com meu sangue , um tipo de adrenalina , me tornando eufórica , ofegante . Nas vezes em que aflora , cora minhas bochechas , me deixando sem graça em algumas situações. Você é mal , mesmo .

Poderia ter deixado na sua última visita , um pouco mais de senso . É isso mesmo , muitas vezes tenho ficado boba , com expressões prontas que mascaram meu pensamento que permanece voando por muito tempo , só de encontrar o sorriso dele .

Ah , quero te lembrar também , que nos últimos meses , você tirou um pedaço de meu coração , e levou com você . Ocupou um grande espaço dele , e agora , se recusa a sair , por mais que muitas vezes seja oque eu mais quero , mesmo momentâneamente . Como você se acha no direito de chegar , se instalar , e tomar conta de mais da metade de mim ? Isso é um absurdo . Mais errado ainda , é perceber que hoje já não consigo viver sem os constantes arrepios , os sorrisos tolos , os olhares vidrantes , os sonhos brilhantes , a respiração ofegante , os reflexos retardados , as novas cores , os novos sabores , os lucros e prejuízos , os erros e acertos , enfim , sem você .

É mais fácil falar dos seus pontos negativos . Os positivos eu sinto , os negativos só cito .

Nenhum comentário:

Postar um comentário