sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Pela metade


Você precisa de alguém, esse alguém precisa de você, mas entre os dois há um espaço imenso, uma distância gigante e um medo de perder ainda maior. Você sabe que daria certo se ele estivesse ao seu lado, os dois foram feitos um para o outro, são almas gêmeas separadas por conta do destino. Você morre de ciúmes das amigas dele, porque elas estão lá, elas podem abraçá-lo, segurá-lo pelas mãos e protegê-lo, ele morre de ciúmes dos seus amigos, porque eles podem enxugar-te as lágrimas que a saudades causa, podem abraçá-la e protegê-la de um jeito que de longe ele não pode fazer. Ele queria estar aí, você queria estar lá, os dois queriam estar juntos, mas não podem, ficam então cada um no seu canto morrendo de saudade e fingindo que não dói tanto, porque falar o tamanho da dor faria o outro sofrer mais ainda. Os dois torcem para que não apareça outro alguém que destrua tudo, mas é difícil controlar a situação quando estão separados por um tamanho tão imenso de terra, é difícil controlar a dor, a saudades, as lágrimas e o medo de perder... É difícil amar e não estar perto, e não estar junto.

O que você usa para medir a falta que alguém faz na sua vida? Eu utilizo quilômetros. Não existe nada mais cruel e massacrante que a distância, pelo menos para quem realmente sente necessidade de ter alguém por perto. A sensação de não poder abraçar, tocar ou até sentir quem antes se encontrava literalmente do seu lado, machuca. É como se metade - ou mais que isso - de você tivesse te deixado, lhe obrigando a seguir sozinho, sem rumo, sem foco, sem destino. É uma espécie de êxtase facilmente desfeito com a realidade que joga na sua cara que isso não é possível.

Corações separados batem juntos, mas é preciso um esforço maior para tal ação. Diante disso, ambos podem acabar cansados e literalmente perdidos, até porque um preciso do outro para se encontrar. Barreiras são rompidas, noites perdidas, dias contados. Quando a saudade resolve se mostrar presente, aquilo que te afasta do que mais almeja parece aumentar seu tamanho, como se isso fosse possível.


-


Texto feito em parceria com Gabriela Freitas, do blog Nova Perspectiva