domingo, 13 de maio de 2012





Choro preso, saudade contida, coração esfarelado, palavras engasgadas, voz abafada, sorrisos escassos, vontade exaurida. Corpo bambo, medo constante, raiva crescente, dor nauseante. Coragem retida, calor insuficiente, frio mortal, palavras incompreendidas. Tentativas falhas, força distante, feridas profundas, necessidade irritante.

 E então me diz, você se esqueceu que também pode ser feliz?